Rua Bruno Hering

Tuas curvas me dão tempo para pensar. Teus pinheiros são uma alegria para os olhos. Eu já retratei as folhas de inhame e, sempre que chove, admiro o brilho dos pingos contra o verde profundo.

Sonho, por um momento, e desço tuas escadas. Poucas ruas guardam tão bem um mistério.

Quando vejo as flores vermelhas que ultrapassam os muros, eu dou um suspiro de encantamento.

Volte


©2003 - Todos os direitos reservados. Para contatar o autor, escreva para johnnyvirgil@hotmail.com.