Poemas à Minha Avó123456789101112161314171815[7]

é à volta da tua alegria
que nós nos sentamos e sorrimos

a tua vaidade é brinquedo em nossas mãos

nós tiramos fotografias
todos os anos em teu aniversário
e todos os anos tu és
uma flor colorida
ao lado da mesa florida

os anos passam, e tua alegria não some
tua alegria é de ferro
na sua fragilidade humana
eterna e serena
por Johnny Virgilpara Maria Virgil
Desenvolvido por Johnny Virgil.AnteriorPróximoVersão para impressão