Poemas à Minha Avó123456789101112161314171815[2]

a gente ama as pessoas
a gente ama a verdade das pessoas
a gente ama o que está além das pessoas

um amor que vem dos olhos
um amor que movimenta os braços

teus braços entregam a alegria
por meio dos olhos
teus braços macios e quentes
teus braços tão humanos

a gente ama as pessoas
porque elas dão sentido à nossa vida
porque sozinhos não temos sentido
porque sozinhos não somos nada
porque sozinhos somos pedras
em um jardim vazio

a gente ama as pessoas
porque acreditamos na mágica
que essas pessoas nos fazem
por Johnny Virgilpara Maria Virgil
Desenvolvido por Johnny Virgil.AnteriorPróximoVersão para impressão